Caro Visitante! Este blog é uma forma de expressar a minha paixão pela Arte, pela Natureza e também pela minha querida cidade natal que é Ribeirão Bonito. Espero que encontre aqui um espaço do seu agrado e, sobretudo que se sinta à vontade para apreciar, contemplar, refletir, observar, analisar, comentar, interagir, sugerir, enfim, participar. Seja bem-vindo!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Vinte e cinco perguntas para Maria!

Vinte e cinco perguntas para Maria!

Imagem Da Net!

Como é que era vê-lo orar?

Como ele reagia ao ver as outras crianças bagunçando durante o culto na sinagoga?

Quando ele via um arco-íris, ele mencionava o dilúvio?

Você alguma vez se sentia desconcertada ao ensiná-lo sobre como ele criou o mundo?

Quando ele via um cordeiro sendo levado para o matadouro, ele agia de modo diferente?

Você alguma vez o viu com um olhar distante no rosto, como se ele estivesse ouvindo alguém que você não conseguia ouvir?

Como ele agia nos funerais?

Alguma vez lhe ocorreu o pensamento de que o Deus a quem você estava orando estava dormindo debaixo do seu próprio teto?

Alguma vez você tentou contar as estrelas com ele... e conseguiu?

Alguma vez ele veio para casa com um olho roxo?

Como ele agiu quando ele foi ao barbeiro pela primeira vez?

Ele tinha alguns amigos com o nome de Judas?

Ele ia bem na escola?

Você alguma vez precisou dar uma bronca nele?

Ele alguma vez fez alguma pergunta sobre as Escrituras?

O que você acha que ele pensava ao ver uma prostituta oferecendo pelo preço mais alto o corpo que ele fizera?

Ele ficava bravo quando alguém era desonesto com ele?

Alguma vez você o pegou olhando pensativamente para a carne do seu próprio braço enquanto segurava um torrão de terra?

Ele alguma vez acordou com medo?

Quem era o seu melhor amigo?

Quando alguém se referia a Satanás, como ele agia?

Alguma vez você o chamou de Pai sem querer?

O que ele e o seu primo João conversavam quando crianças?

Seus outros irmãos e irmãs entendiam o que estava acontecendo?

Você alguma vez pensou "Eis aí Deus comendo a minha sopa"?


por Max Lucado

Nenhum comentário:

Postar um comentário