Caro Visitante! Este blog é uma forma de expressar a minha paixão pela Arte, pela Natureza e também pela minha querida cidade natal que é Ribeirão Bonito. Espero que encontre aqui um espaço do seu agrado e, sobretudo que se sinta à vontade para apreciar, contemplar, refletir, observar, analisar, comentar, interagir, sugerir, enfim, participar. Seja bem-vindo!

quinta-feira, 5 de março de 2015

1890-2015: 125 Anos! Parabéns, Ribeirão Bonito!



História 

Ribeirão Bonito foi fundada pelos irmãos Antônio, Thomaz e Ignácio Alves Costa, como resultado de uma doação de terras para a construção de uma capela ao Senhor Bom Jesus. Consta que no dia 6 de agosto da década de cinquenta, do século 19, procedendo a uma derrubada de árvores, na região de Ouro Fino, em Minas Gerais, Antônio foi atingido por um tronco e ficou logo doente. Lembrado das palavras dos irmãos de que não seria bom trabalhar no dia 6, dia do Bom Jesus, prometeu que, se salvasse, ofereceria ao Santo, terras de sua propriedade para a construção, em sua honra, de uma capela, o que realmente cumpriu, quando, em 1862 aportaram por estas regiões, dando origem à primeira paróquia. A capela, que anos mais tarde foi destruída para dar lugar a atual imponente igreja matriz, foi batizada de Bom Jesus da Cana Verde.

O povoado, que se origina à volta da capela, cresceu rapidamente, tanto que, a 8 de março de 1882, através da lei provincial nº 16, foi elevado à categoria de freguesia e distrito de paz de Ribeirão Bonito.

Em 5 de março de 1890, pelo decreto nº 24; tornou-se município e, em 10 de setembro de 1892, pela lei nº 103, ficou comarca, que hoje abriga os municípios de Boa Esperança do Sul, Dourado e a sede, Ribeirão Bonito. Uma série progressiva de bons fatos vieram sucedendo: a Cia. Paulista de Estrada de Ferro inaugura sua estação a 10 de maio de 1894; em 1899 inaugura-se o sistema de abastecimento de água domiciliar; em 1911 instala-se o sistema de iluminação elétrica; em 1913 inaugura-se o sistema de esgoto sanitário. Dessa forma, firma-se no cenário geográfico do Estado de São Paulo e do Brasil a presença de um novo e pujante município, cujas origens se prendem a um ex-voto de um piedoso brasileiro.



LOCALIZAÇÃO: Zona fisiográfica de Araraquara, tendo como limites São Carlos, Brotas, Dourado, Boa Esperança do Sul, Trabiju, Araraquara e Ibaté.

ALTITUDE: 585,2m; LONGITUDE:48º 10’; LATITUDE: 22º 4’.






Brasão de Ribeirão Bonito! 

Foi instituído pela Lei nº 202 de 6 de abril de 1960, cujos estudos, projeto e execução são de autoria do heraldista Salvador Thaumaturgo.

A descrição heráldica do brasão é:

“Um escudo redondo de prata onde figura um monte de negro, sobre o qual encontra-se uma cruz latina de azul em perspectiva, e um campo de verde com uma faixa ondulada de prata. Sobre ele uma coroa mural de ouro e ladeando, a direita, um ramo de cana em cor natural e, no lado esquerdo, um ramo de café frutado em sua cor. Sob o escudo, um listel de ouro carregado de números e letras, formando as datas e palavras – 1882 – Ribeirão Bonito – 1890.”

A simbologia é a seguinte: 

"O escudo de prata representa a pureza dos ideais dos munícipes. O morro de negro põe em evidência a topografia acidentada do Município de Ribeirão Bonito. A cruz simboliza o Santo Padroeiro do Município (Bom Jesus da Cana Verde), e o azul da cruz lembra o céu e o clima ameno da cidade de Ribeirão Bonito e, por analogia, a crença religiosa dos munícipes. O verde representa os campos férteis do Município de Ribeirão Bonito, onde viceja uma bem cuidada agricultura e, onde prospera uma sadia pecuária, de leite e corte. A faixa ondulada de prata evoca o fio de água denominado Ribeirão Bonito que empresta o nome à cidade, em cujas proximidades desliza gracioso. Sobre o Escudo, a Coroa Mural de ouro é o símbolo universal da emancipação política municipal. Os ramos de café e cana, o primeiro frutado e em cores naturais, põem em destaque os dois produtos básicos de sua economia rural. No listel de ouro as datas de 1882 e 1890 lembram aquela em que o povoado foi elevado à Vila, e esta, o ano em que a Vila recebeu os foros de Município. A Palavra Ribeirão Bonito é bem a denominação da cidade, servindo também para identificar o escudo!"















































Hino do Município 

de Ribeirão Bonito - SP
(Letra e Música de Wagner A. Muccillo)


Sob o céu, um manto azul
Fez brotar água, fonte de amor
E como estrela nasceu o meu chão
Tal qual um presépio de Deus.

Se fez o meu Ribeirão
Abrigo de gente feliz
Seus montes guardam o meu coração
Aqui plantei minha raiz.

A aurora o sol desenhou
Aquarela de cores e luz
A noite a lua o seu véu debruçou
Com a benção do meu Bom Jesus

Se fez o meu Ribeirão
Abrigo de gente feliz
Seus montes guardam o meu coração
Aqui plantei minha raiz.

Seus campos mil verdes têm
Floresce a esperança sem fim
Terra de sonho, pequeno torrão
Inspira a saudade em mim.

Se fez o meu Ribeirão
Abrigo de gente feliz
Seus montes guardam o meu coração
Aqui plantei minha raíz.



Nenhum comentário:

Postar um comentário