Caro Visitante! Este blog é uma forma de expressar a minha paixão pela Arte, pela Natureza e também pela minha querida cidade natal que é Ribeirão Bonito. Espero que encontre aqui um espaço do seu agrado e, sobretudo que se sinta à vontade para apreciar, contemplar, refletir, observar, analisar, comentar, interagir, sugerir, enfim, participar. Seja bem-vindo!

domingo, 14 de maio de 2017

Tem mãe nessa situação!




Cordel da Mãe Abandonada!

O valor de uma mãe
Presente caro não paga
Ouro nenhum lhe compensa
Ferrugem jamais estraga,
O amor de dez mulheres
Não preenche a sua vaga.

O carinho dessa figura
É algo tão valioso
Que salva um f ilho perdido
Acalma o outro nervoso
Abranda o f ilho valente
E transforma o orgulhoso.

(...)

— Onde estarão meus filhos
Que eram tão sorridentes
Como vivem, o que fazem,
Serão tristes ou contentes,
Amam os filhos que tiveram
Ou lhes são indiferentes?

Quando crianças, no colo,
Tantas vezes embalei.
Com o meu leite materno
Cada um amamentei
Dedicada e desvelada
A todos alimentei!

Estão todos ocupados
Que nem se quer tem lembrança
Dessa mãe abandonada
Tristonha sem esperança,
A quem só lhes deu carinho
Tem ódio como vingança.

Ah! Se eles entendessem
Que minha falta de sono
É por ficar neste asilo
Igualmente um cão sem dono
E sentirem como é triste
Sentir a dor do abandono!

Com os seus filhos, meus filhos,
Alegram o seu coração?
Cuidam deles como eu
Deles cuidei com paixão
E depois ser relegada
A mais triste solidão?

Texto Daqui:
http://varnecicordel.blogspot.com.br/2014/05/a-mae-abandonada.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário