Caro Visitante! Este blog é uma forma de expressar a minha paixão pela Arte, pela Natureza e também pela minha querida cidade natal que é Ribeirão Bonito. Espero que encontre aqui um espaço do seu agrado e, sobretudo que se sinta à vontade para apreciar, contemplar, refletir, observar, analisar, comentar, interagir, sugerir, enfim, participar. Seja bem-vindo!

domingo, 20 de abril de 2014

Feliz Páscoa!


RESTAURAÇÃO!


Leitura Bíblica: Marcos 16.1-14

[O anjo disse às mulheres:] Vão e digam aos discípulos dele e a Pedro: [Jesus] está indo adiante de vocês para a Galileia. Lá vocês o verão, como ele lhes disse (Mc 16.7).



Quando negou Jesus, Pedro falhou na promessa que havia feito ao seu Mestre de nunca abandoná-lo, mesmo que tivesse de morrer com ele. Antes de condená-lo, devemos lembrar que muitas vezes nós também falhamos naquilo que prometemos sinceramente a Deus.

No texto de hoje, há uma expressão que chama muito a atenção. Quando o anjo anuncia que Jesus ressuscitou, ele designa uma tarefa às mulheres que foram ao túmulo: ir e dizer aos discípulos e “a Pedro” o que havia acontecido (v 7). Poderíamos perguntar: por que este destaque a Pedro? Ele não era um deles? Não bastaria dizer: Vão e digam “aos discípulos”?

Para entendermos isso, precisamos voltar ao episódio da negação. Logo depois de negar que conhecia Jesus, Pedro lembrou-se que Cristo tinha avisado que isso aconteceria e se pôs a chorar. Em um dos evangelhos lemos que Jesus voltou-se e olhou diretamente para Pedro, que saiu dali e chorou amargamente (Lc 22.61-62). Você consegue imaginar como foram aqueles dias entre a crucificação e a ressurreição para este discípulo? Ele havia sido sincero na sua promessa, mas não conseguiu cumpri-la. Pedro estava extremamente arrasado: “Falhei! Não sou confiável! Não há mais chances para mim!”

Então se anuncia: “Avisem aos discípulos e a Pedro!” O Mestre quer falar com o seu discípulo. Ele o conhece e sabe no que Pedro se tornaria mais tarde, mas para isso precisa restaurá-lo. Em 1Co 15.5 lemos que Jesus apareceu individualmente a Pedro, numa espécie de audiência particular. Aquele homem “tinha solução” e ainda seria usado por Deus.

Talvez você tenha chorado amargamente por ter falhado com Jesus, mas a mensagem desta Páscoa é que o Senhor quer restaurá-lo. Ele ainda conta com você e tem planos para a sua vida! – CK


Não há ninguém que a graça de Jesus não possa restaurar!

Fonte: Presente Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário